Técnica de respiração; expiração forçada

paulo-respirandoEu na praia de vilas do atlântico, em Lauro de Freitas – Bahia (Foto: Evellyn Rocha)

A respiração é um processo fisiológico responsável pela manutenção da vida e para uma boa pratica de artes marciais é importante que o lutador saiba respirar da maneira adequada. Em cada situação de um combate existem técnicas de respiração específicas, porém uma boa contração abdominal somada uma expiração forçada servem tanto para aumentar a potencia dos golpes, como para controlar a frequência cardíaca, dar sustentabilidade ao corpo e proteger órgãos vitais.

No decorrer de um combate, a respiração do lutador sofre interferência de aspectos como a ansiedade e o medo, que somados ao desgaste físico aumentam a quantidade de vezes que seu coração bate. Essa alteração da sua frequência cardíaca afeta sua performance, levando-o a ter que respirar com a boca aberta, o que prejudica sua segurança e aumenta a possibilidade de vitória do seu adversário.

Para evitar que isso aconteça, nos momentos em que não ocorram trocas de golpes o lutador deve concentrar-se em manter uma respiração leve, puxando e soltando o ar pelo nariz, como quem realiza uma caminhada. Já quando o lutador decide atacar, ele deve usar a técnica de expiração forçada que serve para aumentar a potência do golpe e consiste em sintonizar o golpe junto com uma forte contração abdominal, forçando a saída de ar dos pulmões, por entre os dentes cerrados.

Ao deferir técnicas onde o peso do seu corpo concentre-se apenas sobre uma das suas pernas, ou quando o lutador esteja bem próximo do seu adversário é importante que ele conserve seus músculos abdominais contraídos para aumentar sua estabilidade. Diminuindo suas chances de cair quando o golpe deferido atinja seu adversário ou quando ocasionalmente sofra um contra-golpe.

Em virtude disso, circunstâncias onde o lutador tenha que se defender é importante também que ele contraia seu abdômen e faça uma expiração forçada de maneira progressiva, soltando lentamente o ar pelas narinas e conservando os músculos do seu tronco contraídos, minimizando o impacto dos golpes adversários, sobre seu tronco. Vale ressaltar também que ao ser atingido por um golpe na cabeça o lutador deve morder com firmeza seu protetor bucal, de maneira que seu pescoço fique firme e o impacto do golpe provoque um menor deslocamento, minimizando a sensação de tontura e o eventual desmaio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s