Artes marciais como defesa pessoal para mulheres

Rebeca e eu demonstrando cotoveladas laterais na Semeare Treinamento Funcional (Foto Luis Costa)

A defesa pessoal para mulheres é um sistema de treinamento em que eu utilizo técnicas de Muaythai para ensinar minhas alunas a se protegerem. O Muaythai é uma arte marcial de origem tailandesa em que socos, chutes, cotoveladas e técnicas de arremesso compõem seu quadro de golpes. Embora cada técnica possa ser utilizada em uma circunstância especial, um dos golpes que eu mais costumo dar ênfase no treinamento de defesa pessoal para as mulheres são; as técnicas de cotoveladas.

As cotoveladas são técnicas de alto poder destrutivo e de baixa complexidade para execução. Tratam-se de golpes simples que mesclam giros de tronco com movimentos de arremesso do braço, dobrado, em planos horizontais, verticais e diagonais. As cotoveladas são golpes aplicados de perto o que é ideal para as mais diversas circunstâncias de violência onde o agressor esteja próximo da vitima e com o rosto desprotegido.

O treinamento desta técnica consiste no aluno posicionado em base de luta, executar repetidas vezes o golpe, para que eu lhe corrija. E assim vou identificando os pontos fortes como o giro do tronco, a postura, o braço que fica para fazer a defesa e a eficiência do movimento, além de me certificar que o aluno esteja fazendo o golpe corretamente, para que a técnica produza sua eficácia.

Eu deferindo uma cotovelada lateral e Rebeca demonstrando uma defesa (Foto: Luis Costa)

Conforme o aluno progrida nessa etapa, passamos a praticar o golpe em dupla, onde eu simulo o ataque e o aluno executa a defesa. Esse treinamento já serve para estimular o autocontrole da aluna, para que mediante a situação de agressão, ela possa manter-se calma e defender-se da maneira correta. E conforme ela executa o golpe avançamos na intensidade para fortalecer seu corpo e potencializar sua velocidade de ação.

Uma das coisas que eu priorizo no treinamento de defesa pessoal é que junto com as técnicas, ensino as minhas alunas que na filosofia das artes marciais temos como base a não violência. Treinamos arduamente para dominar técnicas de combate e como resultado disso desenvolvemos um corpo e uma mente forte. Mas só deferimos um golpe sequer, em casos extremos, onde nossa integridade física esteja sendo ameaçada.

3 comentários em “Artes marciais como defesa pessoal para mulheres

  1. Muito legal, especialmente por ensinar as mulheres a usarem o corpo todo para darem os golpes, afinal imagino que elas tem que otimizar a força, especialmente no caso de enfrentar um homem. Nesse tópico tenho uma curiosidade: Você observa diferença para ensinar mulheres e homens? Caso positivo, quais? Estava conversando com um colega sobre isso. Ele tentou criar uma turma exclusiva para mulheres mas acabou fechando por falta de interessadas.

    Curtir

    1. Você tem razão, existem algumas diferenças para ensinar homens e mulheres. Comumente o que mais encontro é quanto ao cuidado em se machucar. Digo no sentido de provocar adaptações no corpo no sentido de torna-lo mais forte e hábil para o combate. Como quando surgem calos nas mãos e nas pernas por conta do impacto nos sacos de pancada. Esse é um dos aspectos que os homens lidam melhor doque as mulheres. Mas noque diz respeito ao aprendizado da habilidade técnica não vejo diferença entre os sexos, apenas entre as pessoas.

      Curtido por 1 pessoa

      1. De fato, nós temos uma relação diferente: um certo carinho pelos nossos calos e até orgulho dos eventuais hematomas. Nunca havia pensado que isso reflete a adaptação do corpo.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s